sábado, 29 de novembro de 2008

E agora Blumenau?!

Fênix

Aconteceu...
Soterrados foram muitos corações.
Inundados muitos sonhos.
Lembro de Carlos Drummond de Andrade, em seus versos:
" E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José ? "
E agora? E agora Blumenau?
E agora? Agora Blumenau voltará a ser a cidade que impressionou todo o mundo nos primórdios dos anos oitenta. Tal qual fênix, ela ressurgiu. E agora não será diferente.
Foram-se vidas, foram-se paredes, muros, morros, mas ficou algo que não escoa nos bueiros. A essência. A essência do nosso povo. O povo que se doa, calça suas botas, troca carro por canoa e que estende o braço a quem precise. O povo que levanta as mangas e junto com a lama leva pra fora de casa um passado que quer esquecer.
O povo que inunda de esperanças toda uma região devastada, com doações de todos gêneros, que trazem alento a quem precisa. Logo, suas chaminés estarão de volta. O progresso, tal qual em nosso hino, mora aqui. E como nossa gente, não irá abandoná-la.
Breve, nossas bandinhas estarão de volta, em coretos limpos, sem a água como vizinha. E em breve, nossos irmãos de todo o Brasil, blumenauenses honorários de coração e que transformaram as estradas do nosso estado em um verdadeiro corredor de solidariedade, serão acolhidos aqui com a mesma alegria de sempre, em nossas casas enxaimel, em nossas ruas limpas, em nossas festas.
Pra frente Blumenau ! Seu povo é sua força motora, e juntos faremos uma Blumenau ainda melhor, pra quem quiser ver. Eu quero. E você???

Autor: Márcio Volkmannwww.novablumenau.blogspot.com

Recebi por e-mail e achei maravilhoso... É assim o povo Blumenauense.

2 comentários:

Márcia disse...

É, Deus é maravilhoso e tenho certeza que vai dar muitas alegrias para esse povo lindo de Blumenau. Tudo passa e vão-se as lágrimas e ficam os sorrisos. Nós também de Vila Velha estamos passando por isso. Mais tenho fé que tudo vai se ajeitar. Beijos

Pescar Idéias disse...

Oi Márcia!
Tudo ficará bem, aqui e aí.
Deus é maior que tudo e nos ajudará.
Beijos, Tânia